13 janeiro 2014

Liga dos Bombeiros "deve pedido formal de desculpas" por comercializar material não certificado


O Conselho Português de Proteção Civil considera que a Liga dos Bombeiros Portugueses deve um pedido formal de desculpas por comercializar material não certificado e que pode ter contribuído para ferimentos graves ou até a morte de vários bombeiros.

No ano passado morreram 8 bombeiros no combate aos fogos de verão, os piores dos últimos anos.

Em causa estão botas, fatos-macaco, calças e o resto do equipamento comercializado há décadas pelo departamento de fardamento da Liga dos Bombeiros, que afinal não está vocacionado para o combate aos incêndios florestais, nem sequer tem certificação.

Por isso o conselho de protecção civil aponta ainda o dedo à ASAE e à Autoridade para a Segurança e Condições de Trabalho, que ao longo das últimas décadas não sinalizaram a situação e que agora devem explicações aos bombeiros e ao país, independentemente de qualquer procedimento criminal que possa vir a ser instaurado pela justiça portuguesa.



por Sic Noticias