15 janeiro 2014

Detido suspeito de incêndios florestais em Vagos

A PJ de Aveiro deteve um homem pela presumível autoria de três crimes de incêndio florestal no concelho de Vagos.

Os factos ocorreram entre os dias 26 de agosto e 3 de setembro de 2013, na localidade de Calvão.

O suspeito "não apresenta qualquer motivação racional" para os crimes. Terá ateado os fogos com recurso a chama direta, em zona de pinheiros e eucaliptos. E com isso pôs em perigo uma extensa mancha florestal aí existente, "tendo ardido no total mais de 4 hectares de área florestal".

O detido, de 26 anos de idade, desempregado, sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial.

Fonte: Notícias de Aveiro