16 janeiro 2014

Comandante dos Bombeiros de Alcanede demite-se

paulo_silvaO comandante dos Bombeiros Voluntários de Alcanede, Paulo Silva, apresentou este domingo, 12 de janeiro, a sua demissão do cargo, que ocupava há cerca de dois anos.

O pedido de demissão, confirmado pelo próprio à Rede Regional, é explicado por “razões estritamente pessoais”. Paulo Silva diz que sai com o “sentimento de dever cumprido” e explica que vai pedir a passagem ao quadro atiovo, como bombeiro de segunda classe, função que ocupava antes de ser nomeado comandante. “Numa primeira fase será assim mas não sei o futuro e não sei se depois irei pedir passagem à reserva ou transferência para outro corpo de bombeiros”.

No comunicado onde anunciou a decisão, Paulo Silva diz que enquanto foi comandante fez “tudo” o que estava ao seu alcance para dignificar o cargo. “O meu objectivo foi sempre direccionado para a protecção da população, para a segurança e protecção dos Bombeiros, e para o aperfeiçoamento do desempenho do socorro prestado à população. Para o efeito apostei forte na formação. Nunca considero os objectivos totalmente alcançados, mas sinto que deixo um Corpo de Bombeiros mais bem preparado para a concretização dos objectivos da Protecção Civil”, escreve o agora ex comandante.

“No meu anseio de bem fazer, terei certamente cometido erros. Errar é próprio do ser humano. A todos aqueles a quem os meus erros tenham eventualmente causado danos, deixo o meu pedido de desculpa”, acrescenta.

Para já, Paulo Silva foi substituído no comando da corporação pelo atual segundo comandante, Paulo Filipe, cabendo agora à direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcanede decidir se a solução é transitória ou se torna definitiva.

 

por Rede Regional