15 janeiro 2014

Cinco barras encerradas devido à agitação marítima

Cinco barras marítimas estão hoje fechadas à navegação e outras três estão condicionadas devido à forte agitação do mar, de acordo com informação disponível na página de internet da Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim e São Martinho do Porto estão fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima.

A Marinha informa também que, na barra de Vila do Conde, as embarcações até 12 metros de comprimento e/ou calado inferior a 2 metros devem praticar a barra no período compreendido entre três horas antes até três horas após a preia-mar.

As embarcações de comprimento superior a 12 metros e/ou calado superior a dois metros apenas devem praticar a barra no período da preia-mar.

As barras marítimas de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 15 e 35 metros, respectivamente.

As restantes barras marítimas de Portugal continental e dos arquipélagos da Madeira e dos Açores encontram-se abertas.

Por causa da agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso laranja o arquipélago da Madeira.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro.

No continente, o aviso vai estar em vigor entre as 12:00 de quinta-feira e as 22:00 de sexta-feira e na Madeira entre as 05:00 e as 23:00 de sexta-feira.

Quanto ao aviso laranja para a Madeira, vai estar em vigor entre as 06:00 de quinta-feira e as 08:00 de sexta-feira.

O aviso laranja significa que existe "uma situação meteorológica de risco moderado a elevado", enquanto o amarelo diz respeito a "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

Fonte: Lusa/SOL