06 janeiro 2014

Câmara de Vila Verde aprova incentivos para voluntariado nos bombeiros

A Câmara de Vila Verde aprovou hoje, por unanimidade, um pacote de incentivos ao voluntariado nos bombeiros, que inclui isenção de taxas de construção e de ligação às redes de água e saneamento, informou fonte municipal.

O acesso direto à concessão do valor máximo da bolsa de estudo para os voluntários estudantes que se encontrem a frequentar o ensino superior é outro dos apoios.

Do pacote consta ainda a isenção do pagamento da prestação correspondente à Componente de Apoio à Família para os filhos dos voluntários que se encontrem a frequentar o ensino pré-escolar e 1.º ciclo nas escolas públicas do concelho.

Os objetivos são, por um lado, premiar os voluntários e, por outro, incentivar a sua continuidade.

Beneficiarão destes apoios a 100% os voluntários com dois ou mais anos de serviço e que tenham excedido em pelo menos 150 horas o número anual exigível para continuarem a pertencer ao corpo ativo dos Bombeiros de Vila Verde.

Para os casos em que o número de horas "dado" aos bombeiros for apenas o exigível, os apoios serão de 50%.

Os bombeiros voluntários poderão ainda beneficiar de preferência na atribuição de habitações sociais em situações de igualdade com outros potenciais beneficiários.

Na ordem de trabalhos da reunião de hoje do executivo de Vila Verde constava uma proposta da oposição (PS) para a atribuição de incentivos ao voluntariado nos bombeiros.

No entanto, o presidente, António Vilela (PSD), decidiu apresentar uma proposta alternativa, que foi a única que, por decisão da maioria, acabou por ir a sufrágio.

Além de dois apoios coincidentes, a proposta socialista previa ainda um seguro contra acidentes pessoais, celebrado e pago pela Câmara Municipal, para os casos previstos na lei, e o acesso gratuito dos bombeiros voluntários às piscinas e ginásio municipais.

António Vilela lembrou que a Câmara já assume os encargos previstos com a contratação de seguros contra acidentes pessoais dos bombeiros profissionais e voluntários.

Disse ainda que os bombeiros saem a ganhar com a proposta do PSD, uma vez que esta "contempla um conjunto de benefícios que a proposta do PS não contemplava".

VCP // JGJ

Fonte: Lusa