13 janeiro 2014

Bombeiros de Barcelos vão ser avaliados

55465_230x180Os elementos do corpo activo e os funcionários dos Bombeiros Voluntários de Barcelos (BVB) vão ser avaliados no seu desempenho durante este ano.
A garantia foi dada, ontem, pelo presidente da direcção dos BVB, Vítor Coutinho, durante as comemorações dos 131 anos da corporação.

“Este ano vamos proceder à avaliação de desempenho dos voluntários e funcionários. Vamos ver quem trabalha melhor e com mais qualidade. Não queremos melindrar nem descriminar ninguém, mas apenas levar ao crescimento individual e colectivo”, disse Vítor Coutinho.

O presidente da direcção dos BVB disse, ainda, que a corporação “tem insistido muito na formação, essa é uma prioridade nossa. As pessoas são o nosso capital.”
Em relação aos meios materiais, Vítor Coutinho considerou que a três viaturas ontem benzidas (uma ambulância de Cuidados Intensivos, outra de Emergência Pré-Hospitalar e uma viatura ligeira de combate a incêndios), inserem-se na política de renovação da frota e que foram adquiridas com a ajuda de beneméritos.

“Mais importante do que o valor despendido, é o serviço que vão permitir prestar à população”, disse Vítor Coutinho.

Uma opinião partilhada pelo comandante dos BVB, José Quinta. “Estas viaturas vêm colmatar algumas falhas. As ambulâncias estão com muito desgaste porque fazem muitos quilómetros e era necessári o termos viaturas novas. O carro de fogo, embora faça menos quilómetros, também é necessário para combater fogos florestais”, afirmou José Quinta.

O responsável operacional adiantou ainda que apesar dos BSB serem uma “corporação bem apetrechada seria necessário pelo menos mais uma viatura para combater fogos florestais”.
José Quinta revelou, ainda, que os BVB já se encontram a preparar a época de fogos deste ano.

“Já apresentámos um documento à Liga de Bombeiros Portugueses e ao Ministério da Administração Interna (MAI) com alguns aspectos que achamos que deveriam ser corrigidos e aguardamos que sejam agendadas reuniões com o MAI”, disse o comandante dos BVB.

Uma das lacunas apresentadas, disse José Quinta, tem a ver com a falta de viaturas de combate a incêndio em algumas corporações do distrito de Braga.

“Esperamos que o próximo Quadro Comunitário de Apoio possa trazer mais viaturas para os bombeiros do distrito”, concluiu o comandante dos BVB.

As cerimónias comemorativas incluíram uma Missa pelos ‘soldados da paz’ falecidos, uma sessão de cumprimentos na Câmara Municipal de Barcelos, um almoço-convívio e um desfile de viaturas pelas principais ruas da cidade.
Estiveram presentes várias instituições da cidade e representantes de diversas corporações de bombeiros do distrito de Braga.



por Miguel Viana / Correio do Minho