17 janeiro 2014

Acesso interditado aos molhes da barra do Douro e bares junto à água

O acesso aos molhes da barra do Douro e aos bares e restaurantes situados junto à linha de rebentação foi, esta quinta-feira, interditado e assim deverá manter-se até sábado, anunciou a Câmara Municipal do Porto.


"Face à previsibilidade de chuva, ondulação e vento fortes nas próximas horas, está já interdito o acesso aos molhes da barra do Douro e aos bares-restaurantes junto à linha de rebentação. A interdição prolongar-se-á, previsivelmente, até ao dia 18 [sábado]", refere um comunicado, quinta-feira, publicado na página da CMP na Internet.

Além disso, entre a meia-noite e as 9 horas de sexta-feira, estará também interditada a circulação de peões e de automóveis na Rua Coronel Raúl Peres, na Rua da Praia, na Avenida D. Carlos I, na Esplanada do Castelo e na Rua D. Luís Filipe.

"O Departamento Municipal de Proteção Civil alerta também para os riscos para a circulação automóvel em toda a cidade do Porto, aconselhando uma condução defensiva e redução de velocidade", pode ainda ler-se na nota.

Toda a costa de Portugal continental vai estar na sexta-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, devido à previsão de forte agitação marítima, anunciou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a página do IPMA na Internet, a costa dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estará sob aviso amarelo a partir das meia-noite de sexta-feira e irá manter-se até às 8.59 horas de sábado, à exceção de Faro, onde o aviso se mantém até às 12.59 horas, devido à previsão de agitação marítima, com ondas de noroeste, com cinco a seis metros de altura, podendo chegar a sete a oito.

O IPMA colocou ainda sob aviso amarelo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Coimbra, devido à previsão da queda de aguaceiros, por vezes fortes, e de neve.

O aviso laranja significa que existe "uma situação meteorológica de risco moderado a elevado", enquanto o amarelo diz respeito a "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

Fonte: JN