02 novembro 2013

Celorico de Basto: Convívio dá por terminada época de ECIN´s

Foi num convívio salutar que os Bombeiros Voluntários Celoricenses deram por encerrada a época de incêndios, que este ano não deram tréguas aos “Soldados da Paz”.

Os Bombeiros Voluntários Celoricenses juntaram-se na secção da Mota, para participarem num convívio onde fica saliente a camaradagem entre todos os bombeiros da corporação de Celorico de Basto e dar por terminada a época de incêndios que este ano fustigaram o concelho e o país.

A iniciativa tem por missão fortalecer laços entre os elementos do corpo de bombeiros e fomentar a camaradagem entre todos.

“Tivemos um Verão muito quente com os nossos bombeiros a trabalhar arduamente para dar resposta a todas as chamadas de ajuda. Mesmo cansados, com noites em branco, mostraram-se incansáveis quando solicitados. Agora é tempo de descansar e aprimorar os laços que nos unem, porque vivemos tantas horas juntos que nos damos como uma verdadeira família, contamos uns com os outros e ajudamo-nos mutuamente”, salientou o comandante dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, António Marinho Gomes.

Neste convívio estiveram presentes os elementos do comando, o presidente e o vice-presidente assim como, a maioria dos BVC.

O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, Fernando Freitas, destaca a necessidade destes convívios como forma de manter o corpo ativo unido para enfrentar as adversidades com outro ânimo. “Estes convívios são fundamentais para unir todo o corpo ativo. Acima de tudo trata-se de um grupo de amigos que, têm os seus atritos, mas que, na generalidade, se comportam como verdadeiros heróis e, como todos os heróis, merecem algum descanso e momentos lúdicos. Temos que cuidar dos nossos Homens para que eles possam socorrer a humanidade”, referiu.

O convívio teve como ementa porco assado no espeto e foi animado ao som de concertinas e músicas populares proporcionando um ambiente salutar numa atividade que encerra a época de ECIN´S.

 
*** Nota dos Bombeiros Celoricenses ***
por Correio do Minho