21 outubro 2013

Porto: Incêndio desaloja família e vizinho

Uma mulher, os dois filhos, um dos quais com 12 anos, e um vizinho ficaram desalojados na sequência de um incêndio que deflagrou na casa da primeira família, anteontem à noite, na rua da Ponte do Gato, em Campanhã, no Porto. A moradora e a mãe desta tiveram de ser hospitalizadas pelo choque.

O fogo começou por volta das 23h00, numa altura em que não estava nenhum dos moradores nas duas casas contíguas. "A minha filha e os meus netos estavam a jantar em casa de uma amiga quando um vizinho lhe ligou a dizer que a casa estava a arder", contou Manuel Paiva, pai de Angelina da Silva, moradora da casa onde o fogo começou, segundo as autoridades, devido a um curto-circuito.

Os familiares foram a correr para o local, mas já estava tudo a arder. "Como a rua é muito estreita, os bombeiros não conseguiam passar com o camião. Tiveram de voltar atrás e vir só com as mangueiras. Mas já estava tudo destruído. Ficaram só com a roupa que traziam no corpo. Nem os documentos nem os livros escolares do meu neto, comprados há pouco tempo, se salvaram", lamentou o homem.

No local estiveram os Sapadores, os Bombeiros do Porto e a PSP. Os quatro desalojados tiveram de ficar em casa de familiares.

Fonte: Sábado