25 outubro 2013

Incêndios na Austrália: Exército pode ter de pagar indemnização a um estado

O Exército australiano pode ter de assumir a responsabilidade por um incêndio que provocou. O governador do estado da Nova Gales do Sul vai exigir uma indemnização pelos danos causados por um fogo originado pelo uso de explosivos num campo de treino.

Pode um Exército ser responsabilizado financeiramente pelos danos causados em exercícios de treino? Na Austrália, um fogo que teve origem no uso de explosivos num campo de treino já devorou mais de 47 mil hectares de terreno e o governador do estado da Nova Gales do Sul, Barry O'Farrell, já garantiu que vai exigir uma indemnização.

As declarações do governador surgem depois de Mark Binskin, o chefe em exercício das Forças Armadas da Austrália, ter pedido desculpas publicamente pelo incêndio de State Mine, ainda ativo na região das Montanhas Azuis. O militar salientou que o exercício que deu origem ao fogo, realizado no campo de treino militar de Marrangaroo, ocorreu num dia em que não tinha sido emitido um alerta de incêndios e com uma temperatura de 23 graus e com ventos ligeiros.

O problema terá estado na quantidade de explosivos usada nesse exercício, que “excederam massivamente” os limites do campo de treino, segundo uma fonte militar citada sem identificação pelo jornal Sydney Morning Herald: “fixou-se um limite ao tamanho da explosão e o que se fez superou esse limite”.

“Pelo menos sete casas perderam-se como resultado deste incêndio”, denunciou o governador da Nova Gales do Sul, prometendo levar o assunto até ao primeiro-ministro, Tony Abbott.

Enquanto a polémica prossegue a nível político, os bombeiros combatem as chamas pelo nono dia consecutivo. Hoje, segundo a agência APP, os esforços estão concentrados nas frentes de State Mine, Mount Victoria e Springwood. Só no estado da Nova Gales do Sul há 60 fogos ativos, 23 dos quais fora de controlo.

Os primeiros dados oficiais apontam para duas vítimas mortais e mais de 120 mil hectares de terreno consumidos.
 
 
por PTJornal.com