22 outubro 2013

Bombeiros tentam evitar 'megaincêndio' perto de Sydney

Bombeiros australianos lutavam nesta segunda-feira para conter vários incêndios no sudeste do país e evitar que se unam e criem um "megaincêndio" perto de Sydney.

As equipes do corpo de bombeiros combateram os focos que se estenderam em meio aos fortes ventos e a um calor sufocante na semana passada no estado de Nova Gales do Sul, onde mais de 200 casas foram destruídas até agora e muitas outras foram danificadas.

Embora dezenas de incêndios tenham sido contidos, 63 continuavam acesos e 17 não puderam ser controlados, envolvendo Sydney em uma espessa fumaça branca. As autoridades recomendaram que os habitantes permanecessem em suas casas e não praticassem esportes ao ar livre.

A principal preocupação nesta segunda-feira era a região próxima à cidade de Lithgow, a oeste de Sydney, onde um gigantesco incêndio - com um perímetro de 300 km - já queimou mais de 42.000 hectares e ameaçava as comunidades de Bilpin, Bell, Clarence e Dargan.

As autoridades temem que o aumento do calor e os ventos anunciados para esta terça e quarta-feira empurrem este foco a outro sinistro no Monte Victoria, nas Montanhas Azuis, avançando depois às áreas habitadas de Katoomba e Leura.

"Acredito que nunca antes utilizei a palavra 'megaincêndio'", afirmou o Comissário do Corpo de Bombeiros Rurais de Nova Gales do Sul, Shane Fitzsimmons.

Os bombeiros passaram toda a noite de domingo e grande parte desta segunda-feira levantando linhas de contenção para tentar evitar que os dois grandes incêndios se unam, antes que o tempo piore, segundo as previsões meteorológicas.

Outro incêndio ao redor da zona de Springwood, nas Montanhas Azuis, onde quase 200 casas foram destruídas na semana passada, subiu ao nível de emergência, assim como um em Wilton, a sudoeste de Sydney, cujo grau de periculosidade foi diminuído mais tarde.

Mas o chefe do corpo de bombeiros desmentiu que todas as comunidades das Montanhas Azuis, onde vivem 76.000 pessoas, tenham sido evacuadas.

"Não estamos planejando uma evacuação em massa da comunidade das Montanhas Azuis", explicou.

Por sua vez, as autoridades estão falando de um "enfoque muito preciso para assegurar e proteger todas as comunidades".

Um alerta foi lançado para a aldeia de Bell, nas Montanhas Azuis, cujos habitantes foram convocados a deixar a zona. Os moradores de outros municípios receberam o conselho de se refugiar em seus lares ou a advertência de que permaneceriam vários dias sem energia elétrica.

Isto incluiu as pessoas da aldeia de Monte Wilson, onde foram filmadas algumas cenas do filme americano "O Grande Gatsby", com Leonardo DiCaprio no papel principal.

O ministro de Serviços de Emergência, Mike Gallacher, disse que estavam sendo utilizados todos os recursos possíveis, incluindo recrutar bombeiros de outros estados, com a possibilidade de mobilizar também militares.

Enquanto centenas de pessoas eram evacuadas devido ao avanço das chamas, a polícia revelou que recebeu denúncias de saques, embora o número de incidentes tenha sido pequeno. 


por Swissinfo.ch