08 janeiro 2013

Fogo e Incêndio Florestal

Fogo Florestal:
  • Combustão controlada de materiais combustíveis existentes nas áreas florestais.
Exemplos: Fogos controlados e queimadas, destinados a reduzir o volume do combustível (mato, restolho, etc)

Incêndio Florestal:
  • Combustão, sem controlo no espaço e no tempo, dos materiais combustíveis existentes nas áreas florestais.

Existem vários factores que afectam o comportamento do Incêndio Florestal. E são eles:

  • Condições Meteorológicas: Temperatura, Humidade e Vento
Temperatura - quanto maior for, mais seca fica a vegetação
Humidade - influência a humidade dos combustíveis
Vento - altera a propagação dos Incêndios

  • Características dos Combustíveis: Carga, Tamanho, Continuidade, etc
Existem Combustíveis Vivos e Mortos.
Combustíveis Vivos, são todos os combustíveis em crescimento normal, e com quantidade de água elevada.
Combustíveis Mortos, tem pouca quantidade de água e varia com humidade do ar. Como por exemplo: Caruma de pinheiro, erva e ramos secos.
Os Combustiveis finos Mortos são Responsáveis pela facilidade de ignição e pela velocidade de propagação da frente de um Incêndio florestal.

  • Características do Relevo:  Forma, Declive e exposição das vertentes.
Um Incêndio progride mais violentamente quando sobe uma encosta do que quando desce.

Estas são as principais diferenças entre um Fogo e um Incêndio Florestal.
Aqui fica o exemplo de um Combustão em uma folha:
1.º - A água contida na folha absorve o calor.
(Não se observa nada)
2.º - A água contida na folha vaporiza-se
(Fumo branco)
3.º - Libertam-se gases que inflamam
(Aparece chama)


(a) Este artigo é Exclusivo do Diário de um Bombeiro. É proibida a sua cópia ou reprodução sem aviso e autorização prévia da Administração.