18 janeiro 2018

Homem de 58 anos encontrado morto num incêndio em casa


Homem foi encontrado sem vida na garagem da habitação.

Um homem, de 58 anos, foi encontrado morto numa habitação que ardeu esta quinta-feira na freguesia de Balazar, em Guimarães, confirmou o Notícias ao Minuto junto dos Bombeiros das Taipas.

De acordo com a mesma fonte, o alerta para um incêndio numa habitação foi dado às 13h50.

Deslocaram-se até lá 16 bombeiros, auxiliados por quatro veículos. Chegados ao local, depararam-se com um senhor, o único morador daquela habitação, já sem vida na garagem.

O incêndio, dos quais se desconhecem as causas, já foi extinto. No local já está quer a GNR quer a Judiciária, acrescentou a mesma fonte dos bombeiros.

Fonte: Notícias ao Minuto

15 janeiro 2018

Salamandra, teto falso e portas. Os 'riscos' que podiam travar tragédia

Após a explosão e o incêndio, muito se especulou sobre o que esteve em causa. Agora, a Associação Portuguesa de Segurança dá o seu ponto de vista e aponta vários perigos eminentes.

A tragédia ocorrida em Tondela, num centro recreativo onde se realizava um torneio de sueca, resultou na morte de oito pessoas e fez 38 mortos. Muito tem sido dito em relação às possíveis causas, tanto no que toca ao incêndio, como aos acessos para abandonar o local. Mas o que aconteceu, de facto, em Vila Nova da Rainha na noite de sábado?



Com o intuito de ajudar a perceber mais claramente o que se passou, a Associação Portuguesa de Segurança (APSEI) - "a maior associação portuguesa de especialistas de segurança contra incêndio - explica que, apesar de a investigação ainda estar em curso, há “três factos [que] parecem estar fortemente ligados à ignição e ao desenvolvimento do incêndio”.

Trata-se da “instalação incorreta da salamandra com tubagens que atravessavam o teto falso, a existência de materiais altamente inflamáveis e produtores de gases tóxicos no teto e saídas de emergência bloqueadas”.

“A legislação prevê que a grande maioria dos edifícios, inclusive edifícios como este onde está sediada a associação recreativa, seja sujeita a inspeções regulares, a realizar pela ANPC ou por entidade por ela credenciada, para verificação da manutenção das condições de Segurança Contra Incêndio em Edifícios (SCIE) aprovadas e da execução das medidas de autoproteção. No entanto, estas inspeções apenas são efetuadas a pedido do responsável de segurança das instalações ou mediante denúncia, ou seja, não são efetuadas de uma forma continuada e regular pelas autoridades. No caso dos edifícios de baixa categoria de risco, a responsabilidade de fiscalização é dos municípios, na sua área territorial”, explica a associação na nota informativa enviada às redações.

Nesta senda, a secretária geral da APSEI ressalva que é fundamental “impedir a repetição deste terrível incidente e perceber o que é que correu mal”, para que se evitem ocorrências semelhantes.

“Até ao momento, duas lições parecem poder ser aprendidas: a importância da prevenção e a importância da definição e implementação de medidas preventivas de SCI por parte dos responsáveis por edifícios e estabelecimentos, especialmente dos que recebem público e a seleção de materiais e produtos de construção, levando também em conta a sua contribuição para o incêndio, sempre que se decida construir ou renovar instalações.”, explica Maria João Conde.


Desta forma, a associação em causa que há medidas simples a serem tidas em conta, “como verificar regularmente se as saídas de evacuação estão desimpedidas e devidamente sinalizadas e se as portas de emergência estão funcionais”, o que poderia ter tido “um impacto importante na mitigação das consequências deste incêndio”.

Fonte: Notícias ao Minuto

02 janeiro 2018

Pelo menos 25 mortos em queda de autocarro numa ravina no norte do Peru


Um despiste e a queda de um autocarro de passageiros numa ravina no Peru provocou hoje a morte de pelo menos 25 pessoas e causou 30 feridos, comunicaram fontes oficiais das autoridades peruanas.

O acidente com o autocarro de passageiros, em viajavam 59 pessoas, ocorreu na zona costeira conhecida como Pasamayo, a norte da capital peruana, Lima.

"Os mortos ultrapassam os 25, mas não temos ainda um balanço definitivo", disse o chefe da Polícia de Trânsito, Dino Escudero, ao Canal N de televisão.

O responsável afirmou que o autocarro saiu na manhã de hoje da cidade nortenha de Huaura rumo a Lima, com 57 passageiros, o condutor e uma tripulante.

O despiste aconteceu na Panamericana Norte, a 45 quilómetros de Lima, numa zona conhecida como "a curva do diabo", que atravessa a orla costeira do Peru com o Oceano Pacífico.

Notícias ao Minuto

Homem morre na Ria Formosa, em Olhão

Um homem morreu hoje à tarde na Ria Formosa, em Olhão, no Algarve, para onde caiu quando estava sentado num muro na zona ribeirinha, disse à Lusa fonte dos bombeiros.


De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, a queda do homem foi relatada por populares que se encontravam na zona e que retiraram o corpo do mar, tendo sido o óbito confirmado pelo Instituto Nacional de Emergência Médica.

A fonte acrescentou que são desconhecidas as causas que provocaram a morte do homem, bem como a idade e nacionalidade, embora a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil refira a morte por "afogamento".

O caso está a ser acompanhado pela Polícia de Segurança Pública e pela Polícia Marítima de Olhão.

Fonte: Notícias ao Minuto

27 dezembro 2017

Corpo de homem soterrado em Fafe já foi encontrado

Homem de 50 anos estava a ser procurado há três horas.


O corpo do homem que estava a ser procurado em Fafe, depois de ter ficado soterrado por uma uma árvore que estava a cortar, já foi encontrado, disse ao Notícias ao Minuto fonte dos Bombeiros de Fafe.

O corpo do trabalhador foi encontrado depois das 18 horas. 

Segundo a Proteção Civil, o alerta foi dado pouco depois das 15:30.

Nas buscas estiveram envolvidos 18 operacionais, apoiados por sete veículos, além de uma máquina de rasto.

Estiveram também no local Bombeiros Voluntários de Fafe, o INEM, a GNR e o comandante municipal da Proteção Civil.

Fonte: Notícias ao Minuto

Vouzela: 2.º comandante dos Bombeiros pede passagem ao quadro de honra

O 2.º comandante dos Bombeiros Voluntários de Vouzela pediu para passar ao quadro de honra. 
Paulo Teixeira alegou motivos pessoais e de saúde para deixar o comando da corporação, mas é comentado no meio que por detrás deste pedido estará o facto de o operacional ter dado entrevistas a alguns órgãos de comunicação social depois dos fogos de 15 de outubro a dizer que enquanto combatia as chamas no concelho de Vouzela tinha ficado sem uma casa de família no município vizinho de Oliveira de Frades.
A notícia não caiu bem no seio dos bombeiros e da vila de Vouzela, que não esconderam as críticas a Paulo Teixeira.
O 2.º comandante pediu para passar ao quadro de honra na sexta-feira, o que foi aceite pelo comandante Joaquim Tavares. A direção da Associação Humanitária também deverá dar um parecer positivo a esta saída.

Fonte: Jornal do Centro

Trabalhador levado por enxurrada em Fafe. Buscas decorrem


Um trabalhador com cerca de 50 anos foi hoje levado por uma "enxurrada" de lama e pedras num riacho em Vila Cova, Fafe, depois de uma árvore que estava a cortar ter caído sobre ele, informou fonte da Proteção Civil.

Segundo a fonte, o alerta foi dado pouco depois das 15:30, sendo que pelas 18:00 o trabalhador ainda não tinha sido encontrado.

Nas buscas, estão envolvidos 18 operacionais, apoiados por sete veículos.

Há também uma máquina de rasto a apoiar as operações.

No local, encontram-se os Bombeiros Voluntários de Fafe, o INEM, a GNR e o comandante municipal da Proteção Civil.

Fonte: País ao Minuto